sexta-feira, 24 de março de 2017

Carita

.

Carita é um nome do sexo feminino, usado principalmente entre os falantes da língua sueca. Deriva do latim “Caritas”, que significa “estima, amor”, mas no final das contas, pode ser traduzido como “caridade”, que é a generosidade e/ou solidariedade para com o próximo. A caridade, junto com a fé e a esperança é uma das três virtudes teológicas no cristianismo.

Como variantes temos Karita (sueco, inglês), Charity (inglês), Caridad (espanhol). No espanhol, “Carita” é a tradução para “carinha”, diminutivo de “cara” (rosto, face). Um exemplo é a novela Carita de Angel, exibida no Brasil pela SBT mas com o nome Carinha de Anjo.

Os traços característicos desse nome no Brasil são curiosos. Temos, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), 1.400 pessoas chamadas Carita em nosso território, a maioria nascidas nas décadas de 80 e 90. Entretanto, nada mais nada menos que 538 delas estão em Goiás, e a maior parte do número restante em estados do Norte brasileiro. Ou seja, além de Carita ser um nome praticamente típico à Goiás, ainda é mais usado no Norte e praticamente inexistente em outras regiões, especialmente no sul.

Temos ainda a versão Karita, que tem 2.545 pessoas, e de novo, Goiás monopoliza 1.265 delas só entre goianos. Ainda há a versão Karitha (43 pessoas) e Karyta (63 pessoas), também com destaque absoluto para Goiás e os estados do norte. A maioria dos nascimentos se deu dentro da década de 90.

É muito curioso que um nome usado no Brasil seja tão concentrado em apenas um estado, e é um dos poucos encontrados que mais demonstra isso claramente. As pessoas chamadas Carita são raríssimas no sul, enquanto nesses estados do norte são absolutamente normais. O que teria feito com que a popularidade de Carita subisse tanto em Goiás e arredores é um mistério: haveria uma pessoa famosa em nível regional, que desconhecemos?

Uma referência que pode ser citada é a cantora finlandesa Carita Holmström, que representou a Finlândia no Eurovision Song Contest de 1974.




.

Bethany



Bethany é o nome dado em inglês para um vilarejo descrito na Bíblia, uma aldeia onde Lázaro morava, no Novo Testamento, equivalente à Betânia em português e Bethania em grego. É possível que o nome da aldeia significasse “casa de figos”, possivelmente derivado do hebraico בֵּית-תְּאֵנָה (Beit-te'enah).

Seria composto de dois elementos, o primeiro é “bayit” (casa), enquanto o segundo alguns etimologistas divergem: de acordo com algumas fontes é “anya” (pobreza), que daria significado “casa da pobreza ” ou “casa dos pobres”, e outras fontes dizem que é casa dos figos. Uma terceira corrente que encontra pouca credibilidade diz que significa “casa da dor”.

Eu aposto na “casa dos figos”, pois acho difícil que algum grupo humano tenha pensado em nomear sua aldeia com um nome cujo significado fosse tão desmerecedor como “casa da dor” ou “casa dos pobres”. Casa dos figos também é o significado dado pelo Behind The Name, e geralmente esse site tem os significados mais confiáveis. O nome tem sido bastante utilizado em países de língua inglesa, principalmente por católicos, em honra à Maria de Betânia (para eles, Mary of Bethany).

As variantes desse nome seriam Bethanie e Bethney (inglês), apesar de eu achar que esse segundo está estropiado, mas ok., compartilhando o diminutivo Beth com Elisabeth, e somando à isso as grafias Bethania e Betânia.

Apenas 1 menina chamada Bethany: foi tudo o que tivemos no estado de São Paulo, no ano de 2015, segundo dados da Arpen/SP. Não é um nome conhecido ou utilizado em massa no Brasil, eu arriscaria inclusive a dizer que é bastante raro, uma vez que a grafia Bethany não resgata nenhum dado no IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010).

Temos no IBGE, sim, outras grafias, como Betani, que é o nome de 38 pessoas; Betane, que é o nome de 23 pessoas; Aqui, o sucesso fica mesmo com a variante em uso em português, Betânia, que é o nome de 19.500 pessoas. Porém, nomes ingleses geralmente agradam as pessoas no Brasil, por isso vejo Bethany com certo potencial.

Quanto à sua popularidade em torno do mundo, Bethany esteve classificado em 420º lugar nos Estados Unidos em 2015 – por lá, já esteve no top 100 na década de 80, e em 86º lugar no Reino Unido em 2014; Também foi bem classificado na 99ª posição na Irlanda do Norte no ano de 2014, e também consta na Austrália (100º lugar em 2007) e na Escócia (88º lugar em 2014).

Aposto bastante em Bethany para ser usado como nome em português, no Brasil, pois retira totalmente a carga de Betânia, por causa da cantora Maria Betânia, que acaba jogando toda a sua influência icônica sobre o nome. Acho ainda que a grafia Bethanie é mais adequada para o português, embora possa gerar dúvidas na pronúncia. Em inglês, a pronúncia é idêntica, mas eu, como boa brasileira falante do português como língua quase que exclusiva, leio Bethany como “Bêtani” e Bethanie acabo lendo “Betaní”.

Acho completamente não recomendável tentar aportuguesar e usar Betani, Bêtani, ou qualquer coisa parecida. Usar nome estrangeiro não é problemático, mas estropiar grafias originais é terrível.

Existem localidades no mundo chamadas Bethany, mais precisamente em Illinois, Indiana, Missouri, Oklahoma, Pensilvânia e na Virgínia Ocidental.

Referências:

Bethany Beardslee, soprano Americana;

Bethany Dillon, artista soft rock cristã;

Bethany Hamilton, surfista americana cujo braço foi mordido por um tubarão enquanto surfava;

Bethany Joy Lenz, cantora e atriz norte-americana;

Bethanie Mattek-Sands, jogadora de tênis americana;

Bethany McLean, editora americano, escritora de negócios e autora;

Bethany Cabe, personagem fictícia do universo da Marvel Comics;


Bethany Donaphin, jogadora de basquete norte-americana. 




.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Carissa

.


Carissa é o nome de 132 pessoas do sexo feminino no Brasil, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), sendo que todas foram registradas de 1980 a 2000, com destaque para os anos 1990. O destaque para a maior taxa de frequência é para São Paulo, e além disso, temos 161 pessoas chamadas Karissa.

Carissa é uma variante feminina usada em inglês do nome Charissa, que por sua vez é uma forma elaborada de Charis, usada por Edmund Spencer em seu poema épico “A Rainha das Fadas” (1590). Charis, por sua vez, é a forma feminina de Chares, usado desde o século 17 em inglês (nessa grafia), e que deriva da palavra grega χαρις (charis), que significa “graça, bondade”.

Como variantes temos Charissa, Karissa, Caris, Charis, e em outras línguas, temos Charis (grego antigo) e Haris (grego).

Nos Estados Unidos, o nome Carissa entrou no ranking em 1970, e acabou saindo no ano de 2012, quando esteve na 959ª posição. No território norte-americano, o nome Carissa atingiu o maior grau de popularidade nos anos 90, e no ano de 2015 ele não consta no top 1000 feminino, mas segundo a lista total da Social Security, teve 163 registros.

Também sabemos que Carissa é uma cidade antiga na Espanha e outra cidade chamada Carissa, na Galácia, Turquia.

Carissa é um gênero de arbustos ou pequenas árvores nativas às regiões tropicais e subtropicais da África, Austrália e Ásia. Até recentemente cerca de 100 espécies foram listadas, mas a maioria delas foram relegadas à condição de sinônimos ou atribuídos a outros gêneros, como acokanthera.

Algumas referências:

Carissa Wilkes, uma ex-ciclista profissional da Nova Zelândia;
Carissa Moore Kainani, uma surfista havaiana;
Carissa Putri Sulaiman, é uma atriz e modelo da Indonésia;
Carissa Capobianco é uma atriz americana.
Kristina e Karissa Shannon são modelos americanas gêmeas;
Karissa Nicole e Katie Lynne Strain são atrizes gêmeas canadenses;
Karissa Lee Staples, atriz americana mais conhecida por seus papeis regulares como Victoria Jagger na série What's Up Warthogs.

Karissa Whitsell, é uma ciclista americano cega.



.

Milna

.

Recentemente, recebemos na nossa página no Facebook, o pedido de significado do nome Milna. Muito bem, conhecíamos Mirna, e não fazíamos ideia do que Milna poderia significar. 

Segundo nossas pesquisas, Milna originalmente não é um nome próprio, e sim, um topônimo, ou seja, um nome de lugar. E não é apenas um lugar, mas vários, no mundo de línguas eslavas.

A saber:

Milna é uma aldeia e um município no lado ocidental da ilha de Brač; Condado de Split-Dalmácia, na Croácia.

Milna também pode se referir a:

Milna (Hvar), vila na ilha de Hvar, Croácia;
Milna (Vis), aldeia na ilha de Vis, Croácia;
Milna (vulcão), um vulcão nas Ilhas Kuril, Rússia;

Porém, o que sabemos sobre Milna termina aí. A etimologia do Topônimo não está disponível na Wikipédia ou outros sites disponíveis. No Google Tradutor, Milna não resulta em nenhuma tradução. 

A despeito disso, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), Milna é o nome de 108 brasileiras, nascidas entre 1990 e 2000, entre o estado de Minas Gerais e São Paulo. O seu uso em português se dá, suponho, muito mais pela semelhança com Mirna do que pelos nomes geográficos da Croácia e Rússia.

Mas é bem interessante ter um nome de um vulcão! (uma ideia interessante para um post temático!). 



.

Noêmia

.


Essa não é nem de longe minha variante predileta, que é com certeza Naomi. Noêmia é a variante portuguesa de Naomi. O nome origina-se no hebraico נָעֳמִי (Na'omiy) que significa "prazer". No Antigo Testamento esse é o nome da mãe de Ruth. Após a morte de seu marido, ela tomou o nome de Mara, que significa amarga. Embora Noêmia seja a variante portuguesa, Noemi também é bastante usado no Brasil.

Variante: Noemí

Outras linguagens: Naomi (Bíblico), Noemin (Bíblia grega), Na'omi (Bíblia hebraica), Noemi (Bíblia latina), Noemi (checo), Naomi (inglês), Noémie (francês), Noemi (alemão), Naomi (Hebraico), Noémi (Hungria), Noemi (italiano), Noemí, Nohemi (espanhol). Em português de Portugal, o nome é escrito Noémia.

No Brasil, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), Noêmia é o nome de 48.510 pessoas, o que faz dele o 301º nome feminino mais usado no Brasil de 1930 a 2010. O estado de destaque é a Bahia, e a década de maior número de nascimentos é 1950.

Quanto às outras variantes, Noemi tem 26.595 pessoas e Naomi tem 1.707 pessoas. Ou seja, minha variante predileta além de mais bonita e moderna é mais rara e original.

Como referências podemos citar Noêmia Santos Costa, uma atriz e fadista portuguesa. 




.

Bernardine & Bernadine

.

Bernardine é um nome do gênero feminino, uma das formas francesas femininas de Bernardo, análoga à Bernadette. A grafia Bernadine também está correta. Em outras linguagens temos Bernarda (croata), Bernadett (húngaro), Bernardetta, Bernardina (italiano), Bernardita (espanhol). Bernardo, por sua vez, vem do germânico e significa “forte como um urso”.

Apesar de ser um diminutivo feminino de Bernardo, ele pode ser também aplicado à homens (como no caso de São Bernardino de Siena, um missionário franciscano), mas na maioria das vezes é um nome dado à mulheres.

Nos Estados Unidos, a última vez que Bernardine aparece no ranking de 1000 nomes femininos mais usados foi em 1944, na 936ª posição. Depois disso, ele não aparece mais no ranking anual, e também não consta nos rankings de outros países.

Já no Brasil, Bernardine não consta no banco de dados do IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010). Consta, entretanto, o nome Bernardina, com 2.988 pessoas, com maior frequência no estado de Santa Catarina, e maior número de ocorrências nos anos 1940; Da mesma forma, a variante Bernadina – sem o acréscimo do “r” – tem 2.707 pessoas ao todo no Brasil.

Algumas referências:

Bernadine Oliver-Kerby (nascido em 14 de junho de 1971) é uma emissora de Nova Zelândia
Bernardine Esugi, é uma política da República Democrática do Congo.

Bernardine Dohrn era uma líder do Weather Underground (um grupo terrorista americano de 1960).




.

Maribelle

.


Maribelle é um nome feminino inglês, que embora raro, é muito bonitinho e pode ser uma alternativa à vários nomes com essa terminação, como por exemplo Isabelle.

Esse é um dos nomes do time de contração entre dois outros nomes, nesse caso, Mary e Belle, assim como Maribel é a contração espanhola de Maria e Isabel, e Mariabella é a contração italiana de Maria e Isabela.

Sendo assim, podemos dizer que Maribelle aglutina os significados dos nomes Mary (Maria) e Belle (forma curta de Isabelle). Maria é um nome de etimologia incerta, podendo assumir vários significados, sendo que o mais aceito pelos estudiosos é que vem do egípcio “mry”, que quer dizer “amada” ou “amor”.

Isabella é uma das formas de Isabel, nome bíblico, que originou-se a partir de Ελισαβετ (Elisabet), a forma grega do nome hebraico אֱלִישֶׁבַע ('Elisheva') que significa "meu Deus é um juramento" ou talvez "meu Deus é abundância".

Maribelle não é um nome usado no Brasil. Não há dados no IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), nem nas listas recentes da Arpen/SP (2014 a 2016). Portanto, um nome raro e ousado por aqui.

Encontrei poucas referências, exceto Maribelle, nome artístico de uma cantora holandesa cujo nome verdadeiro é Marie Kwakman.





.