terça-feira, 15 de novembro de 2016

Sofia, Ayra e Kyara: as filhas de Malvino Salvador

Malvino Salvador 

Malvino Salvador é pai de uma menina chamada Sofia – nenhuma surpresa! – fruto de um relacionamento com Ana Ceolin. Sofia é um nome imensamente popular. Já foi citado nesse blog uma penca de vezes. Tem milhares de registros anuais no Brasil e no mundo. Então, resumindo: Desinteressante.
Vamos ao que interessa:
Segundo uma matéria do Gshow, a família de Kyra Gracie, a atual companheira de Malvino Salvador, lutadora de judô, tem tradição de usar nomes diferentes, o que percebe-se já pelo nome dela própria: Kyra não é um nome comum.

Ayra

Dessa união nasceu Ayra (em setembro de 2014), e em 2016, nasceu Kyara. Fora a preferência breguinha pelo “y” e a semelhança chatinha com o nome da mãe, o casal inovou no nome das duas filhas.
No caso de Ayra, o nome só muda uma letrinha em relação ao nome da mãe... Segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), há apenas 695 pessoas com esse nome no país, nascidas entre 1980 e 2000, dentre as quais, 32 são homens. Nos Estados Unidos, no ano de 2015 (Social Security, EUA), nasceram 59 meninas chamadas Ayra. Na lista da Arpen/SP de 2015, Ayra aparece com 61 registros. Ou seja, é um nome pouco usado mas que aos poucos começa a se tornar conhecido e apreciado.
O significado é outro problema: Ayra ou Ayrá é uma entidade de religiões de matriz afro-brasileira. Em sites que “doutrinam pais islâmicos a escolherem nomes de acordo com o islã”, encontrei que Ayra seria uma palavra árabe (A’irah ou Ayrah), que significa “sem dono”, “Sem proprietário”. Segundo o site, como não tem significado “ruim”, pode ser usado por muçulmanos. Há outros sites que dão origem chinesa e dizem significar “respeitável”.

Kyara

Kyara já foi trabalhado pelo Blog aqui e aqui. De novo, só foi inserida uma letrinha a mais no nome da mãe (KyraKyara).
Kiara é um nome feminino de uso inglês moderno, também associado à variante gráfica KyaraKiara seria uma variante de Ciara ou de Chiara. É curiosa a dubiedade do nome, já que ele pode significar tanto “clara” como “preta, negra”. Isso por que Ciara é o feminino irlandês de Ciar, que significa “preto, negro”, e Chiara é a forma italiana de Clara, que tem significado literal e óbvio, como “clara”, no sentido de “claridade, pureza”, e normalmente uma pessoa “branca” é designada como “de pele clara”. Ou seja, Kiara pode ser tanto significativo para “branco” como para “Preto”. 

Obviamente, Ayra e Kyara não combinam nadinha com Sofia, mas isso explica-se pelo fato de não serem filhas da mesma mãe e pelo que parece, os nomes foram escolhidos por elas.

Vamos abordar também o nome dos pais, que também são diferentes e exóticos:

Malvino

Malvino é a versão masculina de Malvina, que é um nome criado pelo poeta James MacPherson, no século XVIII, para uma personagem em seus poemas “Ossian”. Ele provavelmente pretendia que significasse “testa lisa” em gaélico, combinando os elementos gaélicos “mala” (testa), e min (lisa), assim, “Malamhìm” tornou-se Malvina.

Segundo o IBGE, há somente 453 homens chamados Malvino no Brasil, de acordo com a ferramenta Nomes no Brasil (Censo 2010). A maior parte deles nasceu nas décadas de 40 e 60. Não há menção de registros recentes.

Kyra


Kyra é um nome feminino, que o Behind The Name apresenta como sendo uma variante de Kira ou uma forma feminina de Cyrus. Na primeira hipótese se trata de uma variante de Ciara, forma feminina de Ciar, um nome irlandês que significa “preto, negro”. Na segunda hipótese, originaria de Κυρος (Kyros), a forma grega do nome persa Kūrush, que pode significar "avistado" ou "jovem". O nome é às vezes associado com grego κυριος (kyrios), "senhor". Foi levado por vários reis da Pérsia, incluindo Ciro, o Grande, que conquistou a Babilônia.

São consideradas variantes Keara, Keira, Kiara, Kiarra, Kierra, Kira, além de Kiira (finlandês), Ciara, Kiera (irlandês) e Kira (russo). É um nome razoavelmente popular nos Estados Unidos, tendo classificado em 2015 na 493ª colocação. Também aparece em rankings recentes da Inglaterra e País de Gales, Canadá e Países Baixos.

No Brasil, de acordo com dados do IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), há 114 pessoas chamadas Kyra no país, desde o início da pesquisa até o ano de 2010, todas elas nascidas depois dos anos 80, sendo portanto, um nome de uso moderno. A versão Kira tem 196 pessoas. Além do motivo da nossa postagem, Kyra Gracie, há também como referência Kyra Sedgwick, uma atriz americana conhecida pela série The Closer.

Em síntese, temos aqui um nome extremamente popular: Sofia, mas ao mesmo tempo, temos Malvino, Kyra, Ayra e Kyara que são nomes bem originais e modernos. De qualquer modo, embora eu goste de Ayra com “y”, prefiro Kira e Kiara, pois um nome de uma criança com K e Y fica “carregado” demais na grafia. 

.



.