sábado, 17 de dezembro de 2016

Laleska

.

Laleska é um nome que só tem significados apontados naqueles sites não confiáveis que misturam etimologia com numerologia, astrologia e coisas do gênero. Entretanto, uma pesquisa aprofundada trouxe esses resultados:

Lala em polonês é uma palavra que significa literalmente “boneca”, aliada à uma terminação eslava usual, -eska. Assim sendo, significaria “bonequinha”. Embora, no Google Tradutor, as vezes, traduza boneca em polonês como “Lalka”. Essa teoria pode fazer sentido quando percebemos que Valeska é o diminutivo germânico de Valéria.

Já em bósnio, Lala significa “tulipa”. É derivado via turco do persa لاله (Laleh). A terminação Laleska soa eslava, mas não há nenhuma ocorrência desse nome fora do Brasil. Uma observação possível é que também há o nome “Lale”, que também significa “tulipa” com a mesma raiz persa, e segundo consta, é um dos nomes mais populares no Irã. A flor da tulipa é uma flor muito elogiada por poetas persas, e tornou-se para eles um símbolo de declaração de amor, sendo que a rua mais bonita de Teerã, que é o centro da arte teatral, é chamada de “Lalezar”, ou seja, “rua das tulipas”.  

Pode ser uma estropiação de Valeska ou então, uma invenção para o personagem da novela Sonho Meu, uma garotinha perdida a quem um simpático vovô (Elias Gleizer) dá o nome de Laleska (interpretada pela Carolina Pavanelli).

Considerando que o vovô simpático interpretado por Elias Gleizer chama a menina de Laleska por não saber o nome verdadeiro dela, pode ser que realmente a palavra significa bonequinha; Outra evidência é que na novela, o personagem do Elias Gleizer chamava-se Sr. Mazurgsky (Tio Zé), que parece mesmo um sobrenome bastante polonês.

Então, temos três hipóteses: 1) Laleska pode ser um diminutivo de Lala traduzido como “boneca” em polonês; 2) Laleska pode ser um diminutivo de Lala como significando “tulipa” em bósnio; 3) Laleska pode ter sido simplesmente inventado juntando Lala com um diminutivo eslavo comum.

O que importa é que, de um modo ou de outro, 780 pessoas no Brasil se chamam Laleska, numa influência mais do que clara da novela, já que todinhas – todas mesmo – nasceram dentro da década de 90, e a novela Sonho Meu foi ao ar na década de 90 (mais precisamente entre 1993 e 1994). A maioria dos registros está em São Paulo, mas há Laleska’s em vários estados brasileiros.

Há também 1.191 pessoas com a grafia Lalesca, um aportuguesamento, todas dentro da década de 90 assim como Laleska com a diferença que a maior taxa de registros está em Goiás.

De qualquer maneira, Laleska me é um nome bem simpático. Embora ele esteja em desuso, na lista da Arpen/SP tem um registro de Laleska, uma pequena menina que nasceu com esse nome em um estado extremamente populoso e em um universo de milhares de nascimentos. É um nome raro, e tem uma terminação forte e demarcada.






.