sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Ferdinando



Ferdinando é a minha variante preferida de Fernando, admito, por ser mais longa. É a forma italiana de Ferdinand. Vem de uma forma espanhola antiga de um nome germânico composto de Fardi (viagem) e nand (ousado, corajoso), por interpretação, pode-se dizer que significa “viajante corajoso”.


Sua forma feminina é Ferdinanda ou Fernanda, e em outras línguas, são as seguintes variações:


Ferdinand (germânico antigo), Ferran (Catalão), Ferdinand (Checo), Ferdinand, Ferdi (holandês), Ferdinand, Ferdie, Ferdy (Inglês), Ferdinand, Veeti, Vertti (finlandês), Ferdinand, Fernand (Francês), Ferdinand, Ferdi (alemão), ferdinand, Nándor (húngaro), Ferdynand (polonês), Fernando, Fernão (Português), Ferdinand (esloveno), Fernando, Hernando, Hernán, Nando (Espanhol).


Os visigodos trouxeram o nome para a Península Ibérica, onde se celebrou as famílias reais da Espanha e Portugal. A partir daí, tornou-se comum entre a família real de Habsburgo do Sacro Império Romano e na Áustria, a começar pelo espanhol nascido Ferdinand I, no século 16.


Um portador notável foi o explorador português Ferdinand de Magalhães (1480-1521), chamado Fernão de Magalhães em português, que era o líder da primeira expedição a navegar ao redor da Terra.


By






.