quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Andréia & Andrea

.

Andréia é o feminino de André, nome originado no grego νδρέας (Andréas), derivado do termo grego “andros”, que significa “homem”. Inclusive, indicando o homem com referência à sua masculinidade, em oposição à mulher com o feminino; O correspondente de Andros em latim seria “Vir, Viri”, que dá origem à palavra virilidade. Enquanto o homem no sentido de "humanidade" é homo, hominis em latim e seu correspondente em grego é νθρωπος (Anthropos), νθρώπου (anthrpou).
O mesmo elemento do nome de Andréia também é encontrada em outros nomes, tais como Androcles, Androgeus e Andronicus, quanto às primeiras letras e também Alessandro, Leandro, Lisandro e Cassandro, quanto à terminação.
Esse elemento está presente em Alessandra e Cassandra por exemplo (“andre”/Andros).Andrea é um nome próprio masculino na Itália, usado predominantemente para homes, mas também se registra em mulheres, especialmente no Brasil.
O nome Andréia se origina a partir da versão italiana Andrea, que ao chegar ao Brasil foi adotado para denominar pessoas do gênero feminino, provavelmente pela terminação que, para nós, na língua portuguesa, transmite feminilidade. Porém, a mesma terminação encontra-se em Enéas, Tobias e Elias, e no entanto, não se vê mulheres com esses nomes.
Como alterações femininas na Itália, segundo a Wikipédia italiana, podemos citar Andreina, Andreana, Andreuccia, Andreuola, Andreola, Andreozza, Andrietta, Andrettina, e no Brasil, Andressa/Andreza. Variantes em outras línguas são: Andrea, Andreja, Andrijana (croata), Andrea (Checo), Andra, Andrea, Andi, Andie, Andrina, Andy, Drea, Malandra (Inglês), Andrée (francês), Andrea (alemão), Andriana (grego), Andrea (húngaro), Andreina (italiano), Andra, Andreea (romeno), Andrea, Andrijana (sérvio), Andreja (esloveno).
Esse nome tem sido utilizado em todo o mundo cristão na variante masculina, devido à fama de Santo André, um dos apóstolos, irmão de Pedro e primeiro discípulo de Jesus Cristo. Santo André ficou conhecido por ter sido supostamente crucificado numa cruz em forma de X. Assim sendo, o nome se tornou popular em diferentes lugares e grafias. As formas femininas demoraram mais para difundir-se, e seu uso data, provavelmente, do século 17.
Muitos sobrenomes italianos são derivados do nome Andrea. Entre eles: Andrenucci, Andreatta, Andretta, Anderlucci, Andreani, Andreasi, Andreatti, Andreazza, Andrei, Andreini, Andreis, Andreola, Andreoli, Andreotti, Andrioli, Andriollo, Andreani, DAndrea, D'Andrea, Anderle (derivada do diminutivo do nome alemão Andreas) e Andreaus (derivado do significado alemão "casa de Andrew").
Assim como Andréia foi muito popular no Brasil, as versões Andreia (sem acento) e Andrea também foram muito utilizadas. Esse é um nome que tem a cara dos anos 80, foi imensamente registrado naquela época, deixando inclusive a impressão de que agora ele é datado demais para ser usado.
No estado de São Paulo, foram apenas 17 registros de meninas chamadas Andréia, somadas à 12 meninas chamadas Andreia, mais 12 Andrea. Tem 3 Andréa e mais 3 Andréas, supondo que esses últimos sejam meninos.
Assim como o nome Andréia é bastante popular no Brasil, as versões Andreia (sem acento) e Andrea também são muito utilizadas como nomes de batismo para as meninas. Uma referência famosa é Andréia Beltrão, uma atriz, comediante, cineasta, jornalista e escritora brasileira de cinema, teatro e televisão.






By




.