domingo, 13 de novembro de 2016

Balbina

.


Balbina é um nome próprio feminino, que também pode ser encontrado na variante Balbine. Esse nome é raro em praticamente todo o mundo, ao contrário de outros nomes romanos com a mesma origem. Um apelido frequente é Bina, e as versões masculinas são Balba (asturiano), Balbin (basco), Balbi (catalão), Balbinus (latim).

O nome origina-se em um cognome romano, Balbinus, que por sua vez, baseia-se no nome Balbus. O significado seria então “pertencente à Balbo”, “da família de Balbo”, sendo portanto um patronímico. Algumas fontes lhe dão o significado “gagueira”, “impedimento da fala”,que fala de maneira confusa”, similar ao significado de Bárbara (estrangeira, que fala outra língua) e Biagio.

Isso pode ser verdadeiro se considerarmos a etimologia da palavra “balbuciar”. Nas listas recentes, não há qualquer vestígio de Balbina, mas no Brasil, segundo o Nomes no Brasil (IBGE, Censo 2010), esse é o nome de 7.190 pessoas. A maioria desses nasceu na década de 50, e a Bahia é o estado com maior frequência.

O dia de festa é comemorado no dia 31 de março, em honra à Santa Balbina, uma virgem e mártir de Roma, martirizada junto com seu pai, São Quirino.

Há também outra religiosa chamada Balbina de Assis, nascida Balbina Fiumi. Ela foi uma freira italiana, de origem nobre, pertencente à ordem de Santa Clara, e neta de Santa Clara de Assis.

Acho Balbina um nome pesado para os dias de hoje, mas como todos os nomes obedecem a um ciclo de quase extinção depois retorno – salvo exceções – acredito que um dia possa retornar. Gosto mais da variante Balbine, pois o –ine sempre dá uma suavizada no nome.





.