sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Anona



Anona é um nome praticamente de uso exclusivo dos Estados Unidos, com significado desconhecido, provavelmente inspirado no título de uma canção com esse nome gravada em 1903 por Vess Ossman. Ela foi escrita por Vivian Grey e regravada inúmeras vezes:

“In the western state of Arizona,
Lived an Indian maid;
She was called the beautiful Anona so 'tis said”.

De fato, nos Estados Unidos, Anona aparece no ranking de dois anos, precisamente 1904 (na 755ª posição) e 1905 (na 777ª posição), depois desaparecendo do top 1000. Exatamente, como é possível perceber, os dois rankings de anos que sucederam ao lançamento da música.

Mais uma prova da ligação do nome Anona com a canção é a famosa atriz australiana Anona Winn, nascida em 1904, que também atuou como cantora, desempenhando a maior parte da sua carreira no Reino Unido.

Entretanto, fico pensando se não trata-se de uma variante feminina do nome Anon, como no caso do patinador artístico alemão, Anon Schmitson. Porém, nem esse nome possui significado plausível nos sites conhecidos e confiáveis. De qualquer forma, em inglês, existia uma expressão (muito comum em Shakespeare, mas agora arcaica), em que Anon era um sinônimo para “em breve” ou “em um minuto”.

Anona é o nome também de um fruto, também conhecido como fruta do conde ou graviola, dependendo da espécie. Como planta, é um gênero botânico pertencente à família Annonaceae.

Como nome próprio, é um daqueles nomes “espelhados”, que soletra-se da mesma forma de trás para frente, o que eu acho interessante: lembra-me o infinito, não importa como soletra, sempre dá a mesma palavra, sempre retorna ao mesmo ponto. É um pouco complicado o uso, pela terminação diferenciada, mas uma mera questão de hábito.

Geograficamente, Annona é uma cidade localizada no estado norte-americano do Texas, no Condado de Red River.




.