sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Astarte

.

Astarte ou ainda Ashtoret são as formas hebraicas do nome da deusa fenícia do amor, da guerra e da fertilidade. O nome dela é aparentado ao da deusa babilônica Ishtar, de significado desconhecido. Ela foi chamada Ashtoreth pelos fenícios, e também foi identificada com a deusa sumeriana Inanna.

As variações do seu nome incluem Asterate, Asterath, Astarote, Astorate, Asterote, Astorete, Astartes, Astartéia, Asera, Ishtar, Baalat. Ela seria filha de Baal, irmã gêmea de Camoesh (Camos) e esposa de Tamuz. Os seus rituais eram vários, indo desde ofertas corporais de teor sexual e adoração de imagens ou ídolos. O seu principal culto ocorria no equinócio da primavera e era a época de grandes celebrações sobre fertilidade e sexualidade.

A própria questão da sexualidade e erotismo em torno do seu culto fazia de Astarte uma deusa muito adorada entre os povos da época, exatamente pelo seu teor. Inclusive o Rei Salomão adorava essa deusa, contrariando o seu Deus único (1 Reis 11:5).

Na mitologia grega, Astarte foi associada com Afrodite, na mitologia romana com Vênus e na egípcia, com Ísis e por vezes, com Hathor.

Astartea é um género botânico pertencente à família Myrtaceae. O seu nome provém de Astarte, que é identificada com Vênus, e de fato as murtas são plantas dedicadas à Vênus.

Enquanto nome próprio, acredito que Astartea ou Astarteia soam melhor, mas Astarte não deixa de ser um nome interessante e com conexões mitológicas e históricas muito interessantes. 





.