quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Lucinda

.


Lucinda é um nome feminino usado em inglês e português, derivado da literatura. Lucinda foi uma elaboração de Lúcia criado por Miguel de Cervantes para seu romance Dom Quixote (1605). Posteriormente, foi usado por Molière em sua peça “Le médecin malgré lui” (O médico apesar de si mesmo).

Lucia origina-se a partir do latim “lux” e quer dizer, literalmente, “luz”. Lucinda pode ter sido uma tentativa de combinar o nome Lúcia com a palavra “linda”, ou simplesmente, acrescentar um sufixo diminutivo comum à nomes femininos. Em francês, temos a variante Lucinde. 

No Brasil, há 11.935 pessoas chamadas Lucinda, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010). A maioria delas está no Mato Grosso, e a década em que ocorreu o auge de registros foi 1950.

Internacionalmente, o nome Lucinda ficou no ranking dos Estados Unidos até 1987, quando fechou sua participação na lista na 969ª posição. No ano de 2015, segundo dados da Social Security dos EUA, foram registradas 140 meninas chamadas Lucinda. No Reino Unido, a última vez que Lucinda ficou dentro do ranking foi em 2001, na 460ª posição.

Curiosamente, na lista da Arpen/SP existem registros de Lucinéia e Lucineide (ambos bem ruins, na minha opinião) e nenhuma Lucinda.

Como referência podemos citar Lucinda Loureiro, uma atriz portuguesa, e Elisa Lucinda, uma atriz brasileira;

Lucinda é uma personagem de Maurício de Sousa, que faz parte da Turma do Horácio. Lucinda é uma dinossaurinha cor-de-rosa. Ela é apaixonada por Horácio e, embora ele não goste dela dessa mesma maneira, eles continuam bons amigos.

Além destes, temos:

Lucinda Fredericks, cavaleira australiana;
Lucinda Ruh, patinadora artística no gelo da Suíça;

Lucinda Williams, cantora norte-americana;


.