quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Nomes de Bruxas - Parte II

.


Já escrevemos a primeira parte do post (pegue o link no final do post) sobre bruxas dentro das várias mitologias (grega, romana, celta, galesa, etc.) e agora, vamos viajar um pouco pelo mundo da ficção e da representação do imaginário humano. 

Claro que se você ainda sustenta aquela ideia da bruxa má, que tinha pactos com demônios e cometia atos de maldade extrema, além de serem feias, velhas e verruguentas, você precisa rever seus conceitos. Na verdade, isso não passa de um arquétipo medieval inventado pela religião. Livre-se disso! 

As bruxas, na verdade, nunca foram e não são nada disso: em geral, cristãos (ou qualquer religião dominante) dava um jeito de demonizar as outras práticas religiosas chamando-as de bruxaria, feitiçaria, maldade, etc. Porém, tudo que a maioria das bruxas praticavam nada mais era que uma soma de conhecimentos de elementos da natureza, chás e benzimentos. 

Portanto, muitas bruxas que vamos retratar nesses posts temáticos seguem o arquétipo medieval da feiúra, maldade e pactos demoníacos, como também tem algumas que desmistificam essa representação, trazendo na ficção bruxas que são boas e usam seus poderes para o bem.

Não queremos, de jeito nenhum, que uma pessoa chamada Morgana ofenda-se por aqui ser dito que "é nome de bruxa". Para a gente, é elogio! Portanto, não fique chateada. Celebre essa maravilhosa conexão do seu nome com a natureza, que afinal, é nossa mãe. 

Confira:


.


Ficção e Representação


Évora: A Bruxa de Évora – uma lenda que sobreviveu em vários países, teria seu nome originado da palavra Yeborath, que significa “cruzamento, encruzilhada”, e teria sido uma das mestras do controverso mago Cipriano, que depois de uma vida toda dedicada à bruxaria, converte-se ao cristianismo. Apesar da inexistência de indícios históricos, a feiticeira de Évora é tida como uma das mestras de São Cipriano, de quem ele herdou a maioria dos feitiços. O nome coincide com a cidade portuguesa de Évora.


Cipriana: Na verdade esse nome deriva da Ilha de Chipre, significando o habitante de lá, nascido em Chipre. Mas a associação com São Cipriano, o famoso mago que teria escrito um livro de magia, metade branca e metade negra, o torna um típico nome associado à bruxaria.


Maeve: em inglês, há uma coleção de livros infantis de ficção intitulados “Wicca”, da autora Cate Tiernan, onde Maeve é a mãe de uma bruxa poderosa, Morgan. Nessa história, Maeve é queimada em um celeiro junto com o homem que amava, mas não era correspondida. O assassino era a sua alma gêmea. Maeve era uma bruxa poderosa com afinidade pelo fogo, que sua filha herdou. Maeve é um nome feminino irlandês, que tem origem na mitologia irlandesa. Ele se tornou a forma anglicizada do nome gaélico Medb, que significa “intoxicante”.


Malia –provavelmente é uma forma havaiana de Maria ou então, uma variação de Malie, que significa “calmo” em havaiano. Está associada ao mundo bruxo pois "Malia" é a palavra italiana para a maldição de uma bruxa.


Clotilde: forma francesa do nome germânico Chlotichilda, que era composto dos elementos hlud (fama) e hild (batalha). Pode-se dizer que significa “famosa em batalha”, “batalha famosa” ou “aquela que tem gloria em batalha”. No Brasil, o nome Clotilde ficou bastante conhecido graças a personagem Dona Clotilde, também conhecida por “Bruxa do 71”, da série mexicana “A Turma do Chaves”.


Aradia ou Herodias: Aradia (Herodias) é uma das personagens mais importantes da Stregheria (Bruxaria Italiana), chamada de Strega Sagrada, nasceu em 11 de Agosto de 1313 d.C. em Volterra, Toscana, região Norte da Itália. As tradições e folclore da Bruxaria Italiana contam que Aradia foi enviada a Terra por sua mãe Diana, a Grande Deusa das Bruxas e Fadas, para que ela ensinasse a Bruxaria aos Homens e trouxesse o reflorescimento da Antiga Religião Pagã.


.



Muriel Esse é o nome da bruxa mais poderosa (e a única a receber um nome) no filme “João e Maria: Caçadores de Bruxas” (Hansel and Gretel: Witch Hunters), exibido em 2015. Ela é interpretada pela atriz Famke Janssen. Muriel está relacionado com Muirgel, significa "mar brilhante", derivado do elemento gaélico muir "mar" e geal "brilhante".


Suspiria – Esse na verdade é o nome de um filme clássico considerado “cult”, cujo título foi mantido em português. O enredo retrata a história de uma jovem que vai estudar numa escola de balé, mas acaba descobrindo depois de eventos sinistros que lá é um covil de bruxas. Quanto as personagens do filme, nenhuma tem um nome que valha a pena. Então, achei que Suspiria é um nome muito adequado para uma pequena bruxinha. Logicamente, a palavra vem de “suspiro”.


Ravena / Ravenna – Esse é definitivamente um nome muito adequado para uma bruxa. Além de derivar da palavra “raven” ou seja, “corvo”, é usado para inúmeros personagens do mundo oculto. Já é usado para a personagem meio demônio de Jovens Titãs. No filme Branca de Neve e o Caçador, Ravenna é o nome da Rainha bruxa, interpretada por Charlize Theron.


Prudence, Piper, Phoebe e Paige: as irmãs Halliwell na série Charmed (As Feiticeiras em Portugal e Jovens Bruxas no Brasil) é uma série de televisão norte-americana exibida entre 1998 e 2006, pelo canal estadunidense The WB que relata a história das irmãs Halliwell - as mais poderosas e boas feiticeiras/bruxas, conhecidas na comunidade sobrenatural como as Charmed Ones (traduzido como Encantadas).


A)     Piper vem do sobrenome inglês, que vem da palavra “pipe”, ou seja, “flauta”.
B)      Prudence, é um nome literal inglês, que significa “prudência”, vindo do latim “Prudencius”
C)      Phoebe, a forma latinizada do nome grego Phoibe, que significa “brilhante, pura”, do grego “phoibos”, na mitologia grega, sendo um Titã associado à lua.
D)     Paige, derivado de um sobrenome inglês que significa ‘servo, pajem”, em última análise, derivado do grego “paidion”, que significa “menino pequeno.



Samantha: É o nome da protagonista da série norte-americana Bewitched (1964-1972), interpretada por Elizabeth Montgomery, mostrava o dia-a dia de uma dona de casa e bruxa que se esforçava para não usar seus poderes. Por oito anos, a série contou a história da familia Stephens e as confusões entre humanos e bruxas até ser cancelada em 1972. Samantha é um nome que, talvez, seja a intenção de ser uma forma feminina de Samuel, que significa “nome de Deus” ou “Deus ouviu”, agregado o sufixo “Antha”, possivelmente inspirado em “Anthos” (ανθος) que significa “flor”. No filme, o nome dela é Isabel.


Endora: Na série Bewitched (1964-1972), Endora é uma personagem feiticeira, interpretada por Agnes Moorehead. Endora é o principal antagonista. Como todas as bruxas, ela nunca revela seu sobrenome. Os outros nomes na série são “normais” e não despertam essa conectividade bruxa. O nome foi baseado no nome bíblico Endor, que é de significado incerto, referindo-se à Bruxa de Endor, que aparece no Antigo Testamento (1 Samuel 28:7-25). Ou da forma inglesa de um nome islandês baseado na combinação de einn "um, sozinho" e þórr "trovão", podendo ser interpretado como “trovão solitário”. No filme homônimo, o nome dessa personagem é Iris.


Rainha Jadis, em Crônicas de Nárnia


Jadis: É a chamada Feiticeira Branca (referindo-se ao gelo que ela produz) que controla Nárnia com muita maldade e tirania, em As Crônicas de Nárnia, C.S. Lewis. Ela aparece na primeira adaptação para o cinema, “O leão, a feiticeira e o guarda-roupa”. A Feiticeira Branca que submeteu Nárnia ao inverno de 100 anos. Era uma mulher bem mais alta do que as mulheres do nosso mundo, e incrivelmente mais bela também. Lewis pode ter criado o nome baseado na palavra francesa “jadis” que significa “há muito tempo, Antigamente” ou do persa “jadu”, que significa “bruxa”. Logicamente, tem uma semelhança com o nome Jade, referente à pedra preciosa.



Matilda: No filme homônimo, Matilda é uma criança excepcional que tem poderes especiais, e os usa para livrar sua escola de uma diretora muito malvada. É um nome germânico e significa Força em Batalha, a partir dos elementos “maht” (poderforça) e “hild” (batalha), possivelmente significando “poderosa em batalha”.



Thessaly: a última das bruxas da Tessália, que irá desempenhar um papel fundamental no destino final de Morfeus, nos quadrinhos Sandman, uma revista de história em quadrinhos britânica, escrito por Neil Gaiman e publicado por Vertigo, uma impressão de DC comics. Thessaly é a tradução inglesa do topônimo Tessália, uma região da Grécia.



Melusine  Melusine é um desenho animado belga, que gira em torno de uma jovem bruxa que vive num castelo e estuda numa escolar de bruxas. O desenho animado tem uma série de outros personagens do universo bruxo, como Adrazelle, sua tia, Mélisande, uma prima, Pirouline, meia-irmã, e Malicela, filha de Pirouline. E as colegas de escola: Cancrelune, melhor amiga e Krapella, outra amiga.



Thomasin (The Witch) – o filme “A Bruxa” (título em português), que era para ser de terror mas ficou bem abaixo das expectativas, tem como bruxa a filha de um fazendeiro, chamada Thomasin.



Sarah, Tiffany, Gammer, Gwinifer, Letitia, Alice, Beryl, Letice, Magrat, Hilta, Erzulie, Petulia, Ammeline, Annagramma, Desiderata, Dimmity, Brenda, Nettle, Agnes, Gytha, Amber, Susan, Diamanda, Eumendines, Lucy, Alison, Lily, Goodie, entre outras: são bruxas da série de livros Discworld, uma série de fantasia publicada em mais de vinte e cinco idiomas, criada pelo escritor Terry Pratchett, famosa por satirizar grandes autores de fantasia como Tolkien, Lewis, etc.



Jaenelle Angelline – Uma bruxa na série americana de livros Black Jewels Trilogy, no Brasil “Trilogia das Joias Negras”, da autora Anne Bishop, composta pelos livros Filha do Sangue (1998), Herdeira das Sombras (1999) e A Rainha das Trevas (2000).



Wisteria – é uma bruxa na série de livros Witch and Wizard (Bruxas e Bruxos, no Brasil), escrita por James Peterson. 



Viv – É uma bruxa no anime Junketsu no Maria (純潔のマリア, lit. "A Virgem Maria"?) é uma série de mangá escrita e ilustrada por Masayuki Ishikawa.



Vanessa Ives : é uma bruxa na série Penny Dreadful, série de terror e fantasia exibida nos Estados Unidos pelo canal Showtime e no Brasil pela HBO. Vanessa foi interpretada por Eva Green, sendo uma médium e heroína enigmática.



Clio, Petra e Thais: São bruxas na série de fantasia de Cate Tiernan, autora da série Sweep. A série foi premiada como um livro infantil notável no ano de 2006.


Clio: é um nome grego que significa “glória”;
Petra: é um nome romano, derivado de Petrus (Pedro) que significa “pedra
Thais: Taís é um nome feminino, que tem origem no grego Θαις, que quer dizer “cabeça,  bandagem”. Ele foi levado por uma grega do século III a.C que foi creditado como responsável pela queima de Persépolis.



Willow (Buffy) – Willow é uma bruxa em Buffy the Vampire Slayer (Buffy, a Caça-Vampiros, no Brasil, e Buffy - Caçadora de Vampiros, em Portugal) foi uma série de televisão estadunisense criada por Joss Whedon de fantasia urbana e fantasia sombria, muito aclamada pela crítica e considerada uma série cult. Willow é um nome literal em inglês e quer dizer ‘salgueiro’.



Eucalypta – é uma bruxa má e feia que é arquinimiga do personagem Paulus, na história em quadrinhos “Paulus, o woodgnome”. Ele nunca teve tradução para o português, muito popular na Holanda e mundo de fala inglesa.



Diabolyn – Essa foi a vilã do desenho animado Cavalo de Fogo (WildFire em inglês), que atormentava a vida da protagonista Sarah. Quando era apenas um bebê, a princesa Sara foi salva das garras de Diabolyn, pelo Cavalo de Fogo, que a conduziu do planeta Dar-Shan para um local seguro, em um rancho em Montana, no oeste norte-americano. Diabolyn, logicamente, é um nome inventado a partir da palavra “diabólica”.



Magica De Spell e Minima: No Brasil, Magica é chamada de Maga Patalójika é uma personagem fictícia do universo de Patópolis, criada por Carl Barks. É uma bruxa que constantemente tenta roubar a Moeda Número 1 de Tio Patinhas, a qual, segundo a Maga, terá uma importância vital para conduzi-la à mesma riqueza fabulosa de seu proprietário. A Minima de Spell é sobrinha de Magica.



Margali Szardos – é uma personagem da Marvel Comics que aparece ocasionalmente nos quadrinhos de X-Men. Ela é uma feiticeira que pode lançar feitiços e transformar-se. O nome possivelmente é inventado a partir de Margareth e Magali.


Melisandre, a sacerdotisa vermelha, em Game of Thrones


Melisandre – Em Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R Martin, Melisandre é uma sacerdotisa vermelha do deus R’hollor. Apesar de inventado, Melisandre não é um nome difícil de ser desvendado: tanto Mélisande como Melisende são formas medievais francesas de Millicent. Todas essas versões vem de Amalasuintha, composto dos elementos “amal” (trabalho) e “swinth” (forte), de origem germânica.



Eruka, Arachne, Medusa, Angela, Mabaa, Kim: As bruxas do anime japonês Soul Eater, escrito e ilustrado por Atsushi Okubo. As bruxas (魔女, majo) são seres poderosos e os inimigos naturais da Shibusen, e quase todas elas têm uma natureza destrutiva. A maioria das bruxas destaque na série são baseados em um animal diferente e suas características, suas personalidades, estilos de luta e feitiços são em função desse animal.



Eudora ou Esmeralda: é o primeiro nome da vovó da Familia Addams, que se tratou de filme e série de humor negro, baseado nos personagens de mesmo nome criados pelo cartunista Charles Addams, fez muito sucesso em todo o mundo, mãe da esposa de Gomez, Morticia Addams, interpretada na maioria das vezes por Angelica Huston. Eles são pais de Pugsley e Wednesday (quarta-feira).  Eudora tem origem no grego, e significa “bom presente”, dos elementos ευ "bom" e δωρον (doron) "presente" e Esmeralda é o nome da pedra preciosa cujo nome tem origem no grego smaragdos, a partir do latim Smaragdus, que quer dizer literalmente “clarão, raio, relâmpago.



Laverna: Na mitologia romana, é a deusa dos ladrões, trapaceiros e do mundo inferior. Era adorada com libações ofertadas com a mão esquerda. Seu significado é desconhecido. Ela aparece nos filmes Barbie em “Fairytopia”, Laverna é uma bruxa malvada, Irmã gêmea da Rainha de Fairytopia e antagonista do filme, ela está atrás dos colares dos setes guardiões para poder fortalecer o seu poder e tornar-se Rainha.



Alex Russo: Interpretada por Selena Gomez, a garota é uma feiticeira em treinamento na série "Os Feiticeiros de Waverly Place".




Leia mais:


Nomes de Bruxas - Parte I
Nomes de Bruxas - Parte III



.