domingo, 12 de março de 2017

Benigna



Benigna é um nome feminino usado em espanhol, italiano, português e também foi usado n Roma Antiga. É a forma feminina de Benigno (ou Benignus), composto de Bem (bom) e gignere (criar, nascimento), tendo como significado “benevolente, amigável, bondoso”, ou ainda, “o que cria o bem”, “o que produz o bem”.

O nome foi adotado em gaélico como Beanón, depois anglicizou para Benen, a partir do qual existe a variante italiana Beneno. Em português, Benigna é considerado um nome literal, afinal de contas, usamos a palavra benigna para qualificar uma pessoa realmente boa (o oposto de maligna). 

Benigna é o nome de 1.860 pessoas, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), dentro do território brasileiro. A década de maior número de nascimentos foi 1930, e o estado onde ele tem destaque é Sergipe.

Como os estados, consecutivamente, onde há mais pessoas chamadas Benigna são Pernambuco, Rio Grande do Norte, Tocantins, Bahia e assim por diante, podemos dizer que é um nome mais facilmente encontrado no Nordeste do país.

Como a benevolência é uma qualidade valorizada pela religião católica, e pelas religiões cristãs, Benigna é um nome com forte apelo religioso.


Como referências:

Benigna Wroclaw era uma freira polonesa que se tornou mártir durante um ataque dos tártaros e depois foi santificada.
Irmã Benigna Victima de Jesus, nascida Maria da Conceição Santos, (Diamantina, 16 de agosto de 1907 — Belo Horizonte, 16 de outubro de 1981) foi uma religiosa brasileira católica.




.