quarta-feira, 1 de março de 2017

Costanza

.



Costanza é um nome próprio feminino, usado em italiano, como variante de Constança. O nome Costanza deriva do masculino italiano Costanzo, que deriva do cognome romano Constans, que se tornou nome próprio em tempos imperiais. Vem do particípio presente do verbo constare (cum e stare), assim o significado é literal: “firme”, “constante”, “permanente”, usado pela cristandade com o sentido figurado de “firme na fé”.

O nome foi comum dentre a nobreza do Império Romano, citando Flavia Julia Costanza, imperatriz romana e Costanza, ou Constantina, outra imperatriz romana, e também na nobreza italiana: Costanza d’Altavilla, também conhecida como Costanza da Sicília foi rainha consorte da Itália, esposa de Corrado de Lorena e filha de Ruggero I da Sicília; Costanza também foi o nome de uma das filhas do Rei Corrado de Lorena, que casou com Henrique VI da Suábia; O nome é comum também entre a nobreza portuguesa, porém, na variante Constança.

Costanza de Varano foi uma poetiza italiana; Entre santos e beatos, temos Santa Costanza, mártir da Nuceria Constantia; Santa Costanza, filha de Constantino I; Santa Costanza de Vercelli, uma freira;

A variante Costantina também é considerada em italiano, e os masculinos são Costanzo e Costante. Temos ainda Kostanze (basco), Constáncia (catalão), Constance (francês), Constance, Constancy (inglês), Custance, Custans, Custancia, Constancia (inglês medieval), Constance, Constantia (holandês), Konstancja (polonês), Constança, Constância (português), Constanta (romeno), Constanza, Constancia (espanhol), Constantia (latim tardio), Konstanze, Constanze (alemão).

Na Inglaterra, o nome chegou com a conquista normanda – era o nome da filha de William, o Conquistador – espalhando-se rapidamente por toda a Idade Média na forma vernacular Constance, e também graças à devoção à Santa Constança, filha de Constantino. Depois da Reforma Protestante, passou a ser associado ao nome puritano Constancy (diretamente relacionado com a virtude de “ser constante”).

O nome, na grafia italiana Costanza, não consta no Nomes no Brasil (IBGE, Censo 2010), mas consta a variante espanhola Constanza, com 80 pessoas chamadas assim. É claro que a variante mais usada não é essa, pois a variante em português Constança tem 383 pessoas. E mais ainda a variante Constância, com 3.695 pessoas. Também não há registros dessa grafia na lista da Arpen/SP.

Ou seja, apesar da grande influência da cultura italiana no Brasil, e do fato dos nomes italianos serem quase tão apreciados como os ingleses nos dias de hoje, Costanza ainda não despertou interesse dos brasileiros.

Referências:

Costanza Alfieri di Sostegno, escritora italiana;
Costanza Caracciolo, dançarina, modelo e apresentadora de televisão italiana.
Costanza Chiaramonte, rainha consorte de Nápole.
Costanza Manfredini, jogadora de vôlei italiana;
Costanza Miriano, jornalista, escritora e blogger italiana
Costanza Quatriglio, diretora italiana;
Costanza Rangoni, fidalga taliana;
Costanza Rovelli, soprano italiano;
Costanza Sforza di Santa Fiora, duquesa de Sora.

Costanza Trotti Bentivoglio, patriota e fidalga italiana;




.