quarta-feira, 1 de março de 2017

Graciela

.


Graciela é uma elaboração a partir de Graça, usada tanto no espanhol quanto no português. Em outras linguagens temos Grace, Gracelyn, Gracie (inglês), Gratia (alemão), Grazia, Graziella (italiano), Gracja (polonês), Graça, Gracília (português). Já Graça é um nome de cunho religioso, a partir do latim Gratia, que significa literalmente “graça” em termos de “dom divino”, “mercê”, “ajuda espiritual” e “benevolência divina”.

Nos Estados Unidos, a última vez que esse nome apareceu no ranking foi em 2007, numa modesta 975ª posição. É o único país onde Graciela aparece no ranking, pelo menos nos dados disponíveis no Behind The Name. Entretanto, ele aparece no ranking norte-americano desde 1944, e embora nunca tenha chegado a ocupar a 500ª posição, considerando os nascimentos anuais devem existir muitas mulheres chamadas Graciela nos Estados Unidos. Além disso, de acordo com a lista completa divulgada pela Social Security dos EUA, o nome Graciela foi dado à 113 bebês americanos em 2015. 

Esse nome é usado na América Espanhola, de modo bastante frequente, sendo bastante comum na Argentina, por exemplo. 

Para facilitar a visualização de todas as grafias e adaptações de Graciela usadas no Brasil, coletei os dados no IBGE, na ferramenta “Nomes no Brasil” (Censo 2010), e formulei essa tabela simples:


Nome
IBGE
Ocorrência
Década
Arpen/SP
2015**
Graciele
28.027 pessoas
Mato Grosso
1980
5
Graciela
12.136 pessoas
Rio Grande do Sul
1980
3
Gracieli
6.499 pessoas
Mato Grosso
1980
1
Gracielle
2.038 pessoas
Minas Gerais
1980
3
Graciely
749 pessoas
Rondônia
1980
0
Gracielly
591 pessoas
Goiás
1980
1
Gracielli
437 pessoas
Mato Grosso do Sul
1980
1
Graciella
291 pessoas
Goiás
1980
0
Gracyelle
75 pessoas
-
1980
0
Gracyele
65 pessoas
-
-
0
Fonte: Nomes no Brasil (IBGE, Censo 2010).
** Abrange somente o estado de São Paulo.


Como é possível perceber na tabela, o nome Graciela perde feio para a versão Graciele. Além desses, são várias as grafias utilizadas, o que torna esse nome um pouco difícil de ser usado: quando grafias demais são adotadas, é inevitável que as pessoas peçam como se escreve. Acho que há bem mais risco de soletração com Graciele do que com Graciela, já que este só tem a possibilidade de colocar “L” duplo, o que em si, não está errado, só é mais complicado e desnecessário para a língua portuguesa.

Na última coluna você pode observar os dados da Arpen/SP, lista de 2015, e perceber que o nome, em qualquer das grafias entrou em franca queda nos dias atuais. Mesmo que façamos uma estimativa em relação à todos os estados brasileiros, que são 27, proporcionalmente ao seu número de nascimentos, não chegaremos à 50 nascimentos em todo o Brasil de Graciela ou mesmo de Graciele.

Desse modo, muito embora seja mesmo muito fácil encontrar uma mulher de 30 anos chamada Graciela, o nome ficou absurdamente raro em crianças e bebês nos dias de hoje. Então, é uma alternativa interessante para quem não quer um nome muito popular nessa geração, mas deseja também um nome reconhecível por todos.

Referências:

Graciela Ocaña é uma dirigente política argentina.
Graciele Herrmann, nadadora profissional brasileira.
Graciela Speranza, escritora e roteirista argentina.
Graciela Gómez é o nome de uma das filhas de Roberto Gómez Bolaños, conhecido como Chespirito, o criador e intérprete do personagem Chaves (os outros irmãos se chamam Roberto, Teresa, Marcela, Paulina e Cecilia).  
Graciela Yanes, ex-ginasta rítmica espanhola.
Graciela Alfano, uma atriz, apresentadora de televisão, ex-vedete e ex-modelo argentina.
Graciela Stéfani, atriz, autora, diretora, cantora e professora de teatro argentina.  

Graciela Fernández Meijide, uma ativista de direitos humanos e política argentina.
Graciela Beltrán é uma cantora mexicana.






.