sábado, 14 de abril de 2018

Clayton

.

Peço desculpas a todos as pessoas que se chamam assim, mas esse nome é uma péssima, muito péssima ideia para uma criança brasileira. Não é que o nome seja feio, constrangedor ou qualquer coisa parecida, nada disso. Não me interpretem mal: é que são pouquíssimos os homens chamados Clayton que tem o nome escrito corretamente. Deve ser um pesadelo se chamar Clayton, Claiton, Claytom, Claitom, Klayton, Klaiton, Klaytom, Klaitom, Kleiton, Kleyton, Kleitom, Kleytom, Cleito, ou até mesmo, pasmem, Cleitão!

Pois é, essas foram apenas algumas das grafias que eu garimpei no IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010). A grafia correta mesmo, Clayton, é o nome de 13.817 pessoas, o que faz dele o 592º nome masculino mais usado no Brasil no período da pesquisa do Censo. A maioria deles nasceu nos anos 80, e o estado de maior frequência é São Paulo. Klayton, outra grafia correta, tem apenas 738 pessoas assim chamadas.

Quanto às outras grafias, temos uma infinidade e não vale a pena especificar aqui. Se você tem esse nome numa grafia alternativa, clique aqui e consulte quantas pessoas há com o mesmo nome que o seu. O que mais chama atenção, entretanto, é que os brasileiros realmente preferiram aportuguesar a escrita para condizer com a pronúncia: os que se chamam Cleiton são 128.738 pessoas, o que faz dele o 112º nome mais usado no Brasil no período da pesquisa. A taxa de frequência é maior em Rondônia e a década de nascimentos é 1980.

Preciso dizer, entretanto, que eu não estava brincando: há 25 pessoas no Brasil que se chamam Cleitão. Não vamos julgar os pais que colocaram esse nome, pois nem todo mundo tem oportunidade de estudar, conhecer as regras de escrita e tudo mais: mas o registrador do cartório era analfabeto?

Clayton é um nome masculino inglês que origina-se de um sobrenome, que foi originalmente um topônimo – nome de lugar – em inglês antigo, que significa “assentamento de argila”. Nessa grafia, o nome é popular nos Estados Unidos, onde está na 248ª posição no ano de 2015, e na Inglaterra, classificado em 397º lugar no ano de 2014. Já esteve presente no ranking canadense em anos anteriores.

Uma variante válida em inglês é Klayton e o apelido normalmente adotado, que as vezes também é registrado como nome é Clay.

Portanto, é um nome que gera uma série de grafias diferentes no Brasil, e por isso, uma soletração eterna na hora de dizer o nome para alguém que precise escrevê-lo, e além disso, foi um nome massivamente registrado na década de 80, então tornou-se datado. Apesar de ser um nome digno – se registrado na grafia correta – é melhor evita-lo.

Referências:

Clayton Anderson, astronauta norte-americano;
Clayton Baptistella, jogador de futsal italiano naturalizado brasileiro;
Clayton Beddoes, jogador de hóquei no gelo e treinador americano;
Clayton Ince, jogador de futebol de Trinidad;
Clayton Norcross, ator norte-americano;
Clayton Rawson, escritor, editor e mágico;
Clayton Stanley, jogador de voleibol dos EUA;
Clayton Zane, jogador de futebol australiano;
Cleiton Xavier, jogador de futebol brasileiro; 





.