terça-feira, 7 de março de 2017

Bartel


.

Bartel é um nome masculino, que na verdade se constitui como um diminutivo holandês de Bartolomeu. Este deriva de Βαρθολομαιος (Bartholomaios), que era a forma grega de um nome aramaico que significa "filho de Talmai". Talmai, nesse caso, significa "Franzido" em aramaico.

Em Bartolomeu, o Novo Testamento é o outro nome de um apóstolo também conhecido como Nathaniel. Devido à popularidade deste santo, o nome se tornou comum na Inglaterra durante a Idade Média e em todo o mundo cristão.

Outras línguas:  Bartholomew (bíblico), Bartholomaios (bíblia grega), Bartholomeus (Bíblia Latina), Bartomeu (Catalão), Bartol, Bartolomej (Croata), Bartoloměj (Checo), Bartholomew, Bart, Tolly (inglês), Perttu (Finlandês), Barthélémy (Francês), Bartolomeu (Galício), Bartholomäus (alemão), Bertalan, Bartal, Bertók (Húngaro), Bartolomeo (Italiano), Bartłomiej, Bartek, Bartosz (Polonês), Bartolomeu (Português), Varfolomei, Varfolomey (Russo), Vartolomej (Sérvio), Bartolomej (eslovaco), Jernej, Nejc (Esloveno), Bartolomé (espanhol).

No Brasil, Bartel não tem registros constando no IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), nem mesmo nas listas recentes da Arpen/SP. É um nome desconhecido pelos brasileiros, e eu arriscaria dizer, pela maioria das pessoas falantes da língua portuguesa.

O diminutivo holandês Bartel soa mais moderno e também mais adequado as tendências que preferem nomes curtos e objetivos. Como referência, podemos citar o matemático Bartel Leendert van der Waerden e Bartel J. Jonkman, um político de Michigan. 



.