segunda-feira, 19 de junho de 2017

Lucíola

.

Lucíola é um nome literário, com grande repercussão especialmente na Literatura Brasileira. Esse é o título do quinto romance do escritor brasileiro clássico José de Alencar, publicado em 1862. Esse romance inicia uma série em que José de Alencar, onde ele traça caracteres femininos, expostos a contradições e antagonismos psicológicos.

Esse é o resumo oferecido pela Wikipédia:

Seduzida ainda jovem por um homem devasso em um momento de dificuldades e infortúnio em que precisava de dinheiro para salvar os familiares doentes, Maria é expulsa de casa pelo próprio pai, trocando então seu nome de Maria da Glória para Lúcia. Lúcia começa a viver como uma prostituta caprichosa, explorando seus ricos amantes, por quem manifesta um claro desprezo. Um dia conhece Paulo da Silva, um jovem pernambucano que chega ao Rio de Janeiro e se apaixona por ela. Esse afeto sincero faz com que a verdadeira natureza de Lúcia venha à tona. E essa luta entre a força regeneradora do amor puro e uma vida de pecados e devassidão que José de Alencar focaliza com muito vigor. Dedicando-se de corpo e alma ao amor de Paulo, que foi capaz de compreender e perdoar seu passado, Lúcia encontra pela primeira vez na vida a tão almejada paz de espírito. Mas, vitimada por uma doença fatal, vem a falecer na flor da idade, cercada pelos carinhos de Paulo, a quem encarrega de cuidar - como pai - de sua irmã mais nova, Ana.

A descrição da personagem é que Lúcia é uma mulher de 19 anos, que tem a profissão de cortesã, uma das mais ricas da cidade. É extremamente bonita e elegante, sendo cobiçada pelos homens e invejada pelas mulheres. Pela sua profissão, é muito mal falada pela cidade, e então as pessoas não sabem quem ela realmente é por dentro. Tem os cabelos anelados escuros e grandes olhos negros. É muito profunda e reflexiva, tendo assim grande complexidade psicológica.

Outras referências também são artísticas:

Lucíola, o Anjo Pecador, um filme;
Lucíola - uma personagem da telenovela Essas Mulheres, interpretada pelas atrizes Lúcia Bicallo e Maria da Glória Assunção;

É provável que José de Alencar tenha juntado o nome Lúcia, que significa “luz” em latim, com o sufixo diminutivo que está presente, por exemplo, em Fabíola. Então, o significado de Lucíola seria então “luzinha” ou “pequena luz”.

No Brasil, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010) Lucíola é o nome de 1.282 pessoas no Brasil. O destaque é para o estado do Ceará, e a maioria das mulheres chamadas Lucíola nasceram nos anos 70 e estão na casa dos 40 anos.

Já na lista da Arpen/SP de 2015, não consta nenhum registro de Lucíola (com ou sem acento).


Um benefício bem claro do nome Lucíola é que é muito difícil abrir margem para estropiação. Além disso, é um nome que lembra um clássico da literatura de José de Alencar, que demonstra cultura e erudição por parte dos pais. Se obras literárias tem um significado para a família, melhor ainda. É um nome raro e interessante para ser usado em dias atuais, e tem sido subestimado em termos de uso. 



.