segunda-feira, 26 de junho de 2017

Mônica

.

Mônica é um nome feminino usado em inglês, italiano, português e romeno, além de várias outras línguas.

O nome tem significado desconhecido, provavelmente de origem norte-africana ou fenícia, muito antiga, cuja etimologia se perdeu no tempo. Esse era o nome da mãe de Santo Agostinho, Santa Mônica, a quem ela converteu ao cristianismo. Desde a Idade Média, tem sido associado com a palavra latina “Moneo”, que significa “orientar, advertir”, ou com a palavra grega μονος “monos”, que significa “um” ou “apenas”, ou seu derivado μονακε “monake” (solitário, eremita). Essas formas são usadas pára-etimologicamente até hoje.  Como um nome inglês, Monica (sem acento), tem sido usado desde o século 18.

Com certeza a devoção à Santa Mônica ajudou bastante na transmissão e difusão do nome entre os cristãos. Segundo a Wikipédia, Mônica era de origem berbere, nascida em Tagaste, na Numídia, ou ainda, na cidade de Cartago, segundo algumas fontes, e a forma original do seu nome era Monnica. Tendo raízes púnicas ou fenícias, o nome tem etimologia que agora para nós, é indecifrável. O nome foi alterado para a grafia Monica, perdendo um “n”, para refletir associações às palavras gregas ou latinas, citadas acima.
Variantes: Monique (Inglês), Monica (português)

Outras línguas: Monica (Catalão), Monika (croata), Monika (Checo), Monika, Mona (dinamarquês), Monique (holandês), Monique (francês), Monika (alemão), Monika (Hungria), Monika (letão), Monika (lituano), Monika, Mona (norueguês), Monika (polonês), Monika (eslovaco), Monika (esloveno), Mónica (espanhol), Monika, Mona (sueco)

O dia de festa em termos religiosos é celebrado dia 27 de agosto, em honra de Santa Mônica. A popularidade em torno do mundo se faz refletir em vários países. No ano de 2015, Monica estava classificado em 560º lugar nos Estados Unidos, mas também já esteve ou ainda está nos rankings da Inglaterra e País de Gales, Canadá, Catalunha, Itália, Portugal, Noruega, Espanha e Suíça.

Há no Brasil, segundo o IBGE, 203.322 pessoas chamadas Mônica. Isso faz dele o 80º nome feminino mais usado entre 1930-2010. É um típico nome anos 80, uma vez que a maioria das mulheres chamadas Mônica nasceram nessa década, trocando em números, mais de 60 mil Mônica’s hoje estão na casa dos 30 anos. O Rio de Janeiro é o estado onde Mônica é mais frequente, mas ele tem registros bastante equilibrados em todos os estados do Brasil. Além disso, temos 694 pessoas com a grafia Monika e 25 com a grafia Monyca.  

Em termos de registros recentes, só temos como parâmetro a lista da Arpen/SP, que abrange somente o estado de São Paulo. No ano de 2015, conforme essa lista, nasceram 33 meninas chamadas Mônica (com acento) somadas à 14 Monica (sem acento). Há 1 registro de Mônika, também.

Mônica é um nome gracioso e feminino. Acho que se tivessem me dado a chance de batizar a boneca Barbie, há uma boa parcela de chance de ter usado Mônica, pois tal é a representação do nome para mim. 

Referências:

Monica Bellucci, atriz e modelo italiana;
Monica Bîrlădeanu, atriz romena;
Monica Frassoni, política italiana;
Monica Guerritore, atriz italiana;
Monica Keena, atriz e modelo estadunidense;
Monica Lewinsky, psicóloga estadunidense, famosa pelo escândalo envolvendo um caso amoroso com o então presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton.
Monica Lovinescu, jornalista, escritora, crítica literária e comentadora de rádio romena;
Monica Niculescu, tenista romena;
Monica Scattini, atriz italiana;
Monica Seles, tenista jugoslava naturalizada norte-americana;
Monica Vitti, atriz italiana;
Monica Ward, dubladora e diretora de dublagem italiana.
Monika Brodka, cantora polonesa;
Monika Jagaciak, modelo polonesa;

Monika Sarp, modelo alemã;





.