segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Púrpura

.

De acordo com o dicionário, Púrpura é um substantivo feminino, que se refere a cor vermelho-escura, tendente para o roxo. As pessoas costumam confundir as várias cores que surgem da mistura do vermelho com azul, mas segundo consta, Púrpura e magenta estão mais para o lado do vermelho, e lilás e anil estão mais para o lado do azul.

Os sites sobre significados e simbologias dizem que o Púrpura transmite a sensação de prosperidade, nobreza e respeito. Púrpura equivale a um pensamento reflexivo e místico. O profundo mistério que a cor provoca pode promover sensações de tristeza e melancolia.

Púrpura deriva do latim “purpura”, molusco do qual se extraia o corante vermelho pendendo para o roxo, chamado em grego de Porphyros (palavra que inclusive, dá origem ao nome Porfírio). Esse pigmento era tão caro que se reservava inicialmente apenas à vestes imperiais e depois a algumas vestes eclesiásticas. Daí vem o significado nobre, clerical e místico da cor. Segundo a Wikipédia:


Por séculos, a cor Púrpura, era obtida através de algumas espécies de molusco nativos do Mar Mediterrâneo, o que causou extinção de algumas delas. Pela dificuldade na sua obtenção e seu alto preço, o Púrpura, um dos mais importantes e mais caros pigmentos naturais da Antiguidade era preparado com tintas de vários moluscos — incluindo Murex brandaris e Purpura haemostoma encontrados na costa do Mediterrâneo e do Atlântico e nas Ilhas Britânicas. Quantidades enormes destes moluscos eram usados para tingir tecidos e ainda são encontradas pilhas das cascas dos moluscos em alguns sítios históricos na costa grega.

Os diferentes tons dependem do tipo de molusco e o tipo de extração do fluido branco. Segundo Plínio, o melhor pigmento era extraído em Tiro, no Mediterrâneo oriental, e era a cor utilizada nas vestes reais romanas, cor que até aos dias de hoje simboliza realeza.

A Púrpura foi sem dúvida o corante de maior renome e mais caro de todos os corantes antigos. Era um símbolo de riqueza e distinção. Na Roma antiga só o imperador tinha o direito de a usar.

O imperador Nero chegou a punir com a morte o seu uso. O corante era produzido a partir de espécies de um molusco do género Murex. Cada espécie do molusco dava a sua variedade de Púrpura.

Já os fenícios obtinham o pigmento Púrpura de algumas espécies de moluscos gastrópodes do género Múrex, uma das espécies que se comem em Espanha com o nome «cañadilla» ou «cañaílla».

Em Tiro, a Púrpura mais apreciada era extraída da espécie Murex brandaris. Na cidade de Sídon a espécie Murex trunculus era fonte de uma Púrpura cor de ametista.

O pigmento está presente numa secreção mucosa produzida pela glândula hipocondrial situada junto do tracto respiratório. Esta secreção é incolor enquanto fresca mudando de cor quando exposta ao sol, passando pelo amarelo, em seguida pelo verde e só depois surgindo a cor Púrpura característica.

O método geral de produção do corante consistia em esmagar os moluscos inteiros, ou abri-los e retirar a glândula, em seguida salgar essa massa durante três dias e finalmente ferver o conjunto em água durante dez dias.

O resultado era uma solução clara, concentrada, do corante. Restos da carne do molusco eram separados por decantação. O tecido era mergulhado na solução do corante e em seguida posto ao sol para que a cor aparecesse.


O Púrpura significa espiritualidade e intuição, portanto, é uma cor que simboliza o mundo metafísico. É a cor da alquimia e da magia. Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual. A cor Púrpura é, segundo místicos, excelente para purificação e cura dos níveis físico, emocional e mental. Ajuda a encontrar novos caminhos para a espiritualidade e a elevar nossa intuição espiritual. Púrpura simboliza respeito, dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação.

O Púrpura representa o mistério, expressa sensação de individualidade e de personalidade, associada à intuição e ao contato com o todo espiritual. É aconselhável para locais de meditação.

É muito difícil pensar em Púrpura como nome próprio. No Behind The Name, temos uma lista de nomes cujo significado contém a palavra “Púrpura”:

Bíborka: Deriva da palavra húngara bíbor, que significa “Púrpura”.

Bora: significa “Púrpura” em coreano;

Porfírio: derivado do nome grego Πορφυριος (Porphyrios), que foi derivado da palavra πορφυρα (porphyra) que significa "corante roxo". Esse era o nome de vários santos primitivos.

Sigal: Significa "roxo, violeta" em hebraico.

Em outras línguas, achei Morea, que significa “Púrpura” em basco, que pode vir a se tornar um nome próprio.






.