sexta-feira, 6 de abril de 2018

Maui



.


Maui é um nome unissex, pode ser usado tanto para menina quanto para menino, originado na mitologia havaiana e polinésia. O nome tem significado desconhecido. Na mitologia havaiana, Maui é conhecido por suas aventuras extravagantes e sobrenaturais.

Conta-se em uma das versões mais difundidas do mito da criação de Maui, que, ao nascer, sua mãe teria embrulhado-o em uma de suas mechas de cabelo, pondo-o em seguida ao mar para perecer, onde, logo depois, foi salvo pelo Sol, juntado-se posteriormente a ela novamente.

Uma das formas do povo maori de explicar a perda da imortalidade dos seres humanos é atribuindo-a a Maui. Conta-se que numa viagem ao mundo subterrâneo, junto com seus companheiros, ele encontra a deusa da morte, também identificada como gigante, dormindo. Maui tenta então entrar em seu corpo acreditando que assim conquistaria a imortalidade. Enquanto se despe, pede para os seus acompanhantes aves fazerem silêncio, posicionando-se em seguida para penetrar a deusa. No entanto, um dos pássaros que acompanham-no começa a rir devido ao fato de Maui entalar ao forçar sua entrada que, por fim, termina por acordar a deusa que então o mata.

Em outra versão do mito, o pai de Maui incentiva-o a entrar na deusa a partir na vagina e posteriormente saindo por sua boca com o mesmo intuito. Porém, novamente uma ave ri ao vê-lo entrar na deusa desperta, esmagando-lhe em seu corpo. Em ambos os relatos, devido a transgressão e petulância de Maui, os seres humanos perdem a imortalidade.

Mauí é o nome de 61 pessoas no Brasil, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010). A maior parte nasceu em São Paulo, e a única década de nascimento é os anos 2000. Portanto, um nome de uso moderno.

Talvez, seu uso aumente agora que o mitológico Maui foi transformado no personagem do filme Moana, da Disney Pictures. No filme, Maui (Dwayne Johnson) é um semideus que irá ajudar Moana a concretizar suas aventuras. Ele é um semideus cujo grandes feitos passados renderam a ele fama e prestígio no folclore dos povos polinésios, mas cujo auto reclusão de centenas de anos é interrompida com a chegada acidental de Moana a sua ilha. Ele possuí um anzol mágico.





.