domingo, 24 de março de 2019

Naindí




Naindí é um nome indígena tupi-guarani, que o Dicionário de Nomes Próprios afirma ser masculino, mas que se encaixa muito melhor como nome feminino, que constitui-se em um assessório feito de conchas.

Não há registros desse nome no IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), o que pode signfiicar a inexistência de pessoas chamadas Naindí ou que, então, há menos de 20 registros. Na lista da Arpen/SP também não consta nenhum registro de Naindí, porém, há apenas 1 registro de Naindhy.

Não encontrei pessoas reais, assim chamadas, mas achei Naíndi, uma marca de objetos artesanais da dupla Raquel Lacerda e Michelle D’Angelo, uma bailarina e uma arquiteta.


Asessório chamado "Naindí"




.

Saul



Saul é um nome masculino bíblico, que vem do nome hebraico שָׁאוּל (Sha'ul) que significava "pedido, oração". Este foi o nome do primeiro rei de Israel, como dito no Velho Testamento. Antes do fim do seu reinado perdeu o favor de Deus, e obteve uma derrota pelos filisteus, quando foi sucedido por Davi. No Novo Testamento, Saul era o nome hebraico original do apostolo Paulo.

Assim, é um nome bastante apropriado para círculos religiosos cristãos como sendo nome de um patriarca bíblico e também de um apostolo. Em outras versões temos Sauli (finlandês) Saulius (lituano), Saoul (grego bíblico), Saulo (português).

Em termos de significado, o nome Saul é semelhante ao nome espanhol Rogelio. Quanto à sua popularidade, Saul classificou-se em 493º lugar nos Estados Unidos em 2015, e está também constando nos rankings mais recentes do México (84º lugar) e Espanha (81º lugar).

No Brasil, embora existe uma corrida evangélica atrás de nomes bíblicos, ressuscitando nomes hebraicos mais malucos e com sonoridades terríveis, Saul que é um bom nome não tem a mesma repercussão – será que o personagem Saul cometeu uma mancada tão grande assim, feito Caim e Judas? – tendo apenas 7 registros (somando Saul e Saúl) na lista da Arpen/SP de 2016.

A pouca repercussão do nome bíblico, talvez se deva ao fato de que Saul cometeu suicídio se jogando sobre a própria espada ao ver seus filhos Jônatas (a quem ele havia escolhido como seu sucessor no trono de Israel), Abinadabe e Malquisua sendo mortos pelos filisteus durante a Trágedia do Monte Gilboa.

Na Bíblia, Saul também foi um rei de Edom, e outro personagem é um filho de Simeão, (Gênesis 46:10, Êxodo 6:15, Números 26:13), foi um dos 70 hebreus a migrarem para o Egito com o patriarca Jacó e seus filhos. Saul também foi um general bárbaro do século IV.

Mesmo em outras épocas, Saul não foi muito apreciado no Brasil. Apenas 5.528 pessoas se chamam assim, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), até o data do mencionado Censo. Com esse número, ele nem chegou a entrar nos 1000 nomes mais usados nesse período para homens. A maior taxa está no Rio Grande do Sul e a maioria nasceu nos anos 80. Aliás, cabe dizer, 1.173 dos homens chamados Saul que constam no IBGE são gaúchos.


Referências:


Saul Oliveira - Ex-jogador de futebol que atuou no Avaí Futebol Clube de 1939 a 1953.
Saul Ricardo - Cantor Popular, citado nas capas dos álbuns apenas como "Saul", vulgarmente conhecido como "o pequeno Saul".
Saul Bass, designer americano;
Saul Bellow, escritor norte-americano;
Saul Tchernichowski, poeta israelense;
Saul Chaplin, compositor americano;
Saul Friedlander, escritor israelense e historiador;
Saul Hudson, nome verdadeiro Saul Hudson, guitarrista americano de origem britânica;
Saul Kripke, filósofo e lógico americano;
Saul Malatrasi, jogador de futebol italiano e treinador de futebol;
Saul Mariaschin, jogador de basquete americano;
Saul Perlmutter, físico americano;
Saul Rubinek, ator canadense;
Saul Santarelli, jogador de futebol italiano;
Saul Steinberg, cartunista americano;
Saul Villalobos, jogador de futebol mexicano;
Saul Williams, poeta, pregador, ator, rapper, cantor e músico;
Saúl Blanco, jogador de basquete espanhol;
Saúl Craviotto, canoísta espanhol;
Saúl Laverni, árbitro do futebol argentino;

Saúl Martínez, jogador de futebol de Honduras;
Saul Zaentz, produtor de cinema americano.




.

Hazael





A Bíblia é uma fonte inesgotável de matéria prima para a onomástica, e os hebreus eram um povo muito criativo quanto à nomes e significados. Mais um para o rol de nomes hebraicos bíblicos é Hazael.

Hazael é um nome masculino bíblico, que significa “Deus vê” ou “Deus tem visto” em hebraico. Este foi o nome de um Rei de Aram, no Antigo Testamento. O rei arameu foi mencionado pela primeira vez pelo nome no livro 1 Reis capítulo 19, quando Deus disse ao profeta Elias que ungisse-o rei sobre a Síria.

Apesar de ser um nome bíblico, hebraico, com significado bonito e religioso, ele não encontra muita repercussão em círculos cristãos. Talvez, isso se deva ao fato de Hazael, o poderoso rei do reino de Aram-Damasco, que tem testemunho na Bíblia sobre ter sido um dos responsáveis pelo desaparecimento do Reino de Israel.

No Brasil, apenas 88 pessoas se chamam Hazael, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), o que o torna um nome raríssimo e original. Praticamente todos eles nasceram depois dos anos 90. Já na lista da Arpen/SP de 2016, apenas 1 Hazael foi registrado em todo o estado de São Paulo no ano passado.

Embora ele não apareça em nenhum ranking de nenhum país que divulga lista de nomes mais usados, podemos dizer que Hazael teve 30 registros nos Estados Unidos no ano de 2015, um número baixíssimo considerando o número de nascimentos naquele país.


Hazael é um nome que conta com vários pontos positivos: primeiramente, é raro e original; em segundo lugar, é um nome hebraico bíblico com significado religioso como muitos procuram nos dias de hoje; em terceiro lugar, tem a terminação em “el” que lhe confere a “aura” de nome de anjo tão apreciada em Gabriel, Rafael e Miguel; Em quarto lugar, podemos dizer ainda que trata-se de um nome com sonoridade agradável, que não gerará estranhamentos e tem fácil escrita e pronúncia em português. 






.

Darshana



Darshana é um nome feminino usado em indiano e marathi, sendo a forma feminina de Darshan. Significa "ver, observar, entender" em sânscrito.

A palavra, também nas formas de darśana ou darshanam, vem do sânscrito दर्शन, de dṛś, "ver", visão, aparição ou vislumbre.

Darshana (ou darśana) é uma das disciplinas das escolas de filosofia Hindu. Conforme a Wikipédia portuguesa:

A palavra em Sânscrito é formada pela raiz "drś", “visão” ou “olhar”. Seu sentido nos Vedas Hindu era justamente este, mas incluia o ponto de vista da visão de uma pessoa sagrada, ou a imagem, como uma realidade religiosa que trouxesse uma bênção especial. Como a parte mais filosófica do Vedas, os Upanishads foram escritos na forma de contemplação, e a “darshana” faz referência também aos meios diferentes em que o Vedas podia ser visto. Estes meios cristalizaram os seis "pontos de vista, ou seis formulações ortodoxas da filosofia Hindu.

Cada darshana foi apresentado por um autor canônico na forma de sutras (aforismos) que tornou-se o ponto de referência obrigatório para maiores comentários e desenvolvimento deste ponto de vista. As escolas ocidentais da filosofia são vistas frequentemente em conflitos uma com a outra - por exemplo, Platonistas e Aristotelicos, racionalistas e empiricistas, etc. - Ao passo que o darshanas do Hinduismo, apesar de freqüentemente apresentarem articulações contrastantes, são inspirados por uma unidade ao menos implícita. São apresentados de fato como pontos de vista, acima de tudo diferentes em perspectiva e não em conteúdo final.


No Brasil, não há nenhum registro de Darshana nas listas atuais, e tampouco no IBGE. Como um nome hindu, ele é completamente desconhecido dos brasileiros. Já Darshan, a forma masculina, teve 1 registro apenas na lista da Arpen/SP de 2016. 





.

domingo, 13 de janeiro de 2019

Meribelle

.


Meribelle é um nome feminino que encontrei especificamente no Think Baby Names, como sendo uma variação de Maribel ou de Mirabel / Mirabelle. 

Como variação de Maribel, este é um nome que se trata de uma contração entre Maria e Isabel, usado especialmente em espanhol.

Já como uma versão de Mirabel ou Mirabelle, este nome vem do latim “mirabilis”, que significa “maravilhoso”. Meribelle, entretanto, escrito dessa forma, é muito mais raro, afinal, Mirabelle chegou a ter 99 registros na lista dos Estados Unidos (Social Security) de 2015, mas Meribelle não tem nenhum.

Assim como no Brasil, que Meribelle não consta nos dados do IBGE ou em listas recentes, como a da Arpen/SP, embora sejam vários os nomes começados com “Meri” que são do agrado dos brasileiros. Na lista Arpen/SP 2016, foram registrados com esse início “Meri” os nomes Merie, Merielle, Merilin e outras variações.

O Think Baby Names relaciona Meribelle com outros nomes como Maribel, Mirabel, Maribella, Meribella, Mirabella, Maribell, Maribelle, Marybelle, Meribel, Mirabell e Mirabelle.


Não encontrei nenhuma referência real de Meribelle, mas podemos dizer que Méribel é o nome de uma estância de esqui situada no comuna francesa Les Allues na Saboia. 




.

Iderê

.


Segundo o Dicionário de Nomes Próprios, Iderê é um nome feminino de origem indígena tupi-guarani, que significa “madeira”. Apesar da afirmação de ser um nome feminino, Iderê serve muito melhor para um homem, podendo então ser considerado um nome unissex.

Embora seja curto, fácil de escrever, lembrar e pronunciar o nome Iderê é pouco difundido, pois não é um nome muito comum.

No Brasil, não há dados sobre Iderê nos nomes citados pelo IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010), embora Iberê, outro nome indígena bastante parecido, tenha somado 592 registros.

Apesar da dificuldade de encontrar significados corretos de nomes indígenas nas fontes usuais de pesquisa, Iderê possivelmente está correto como madeira, já que encontramos várias referências à esse nome relacionados à ela, como por exemplo, uma empresa que desenvolve a produção de móveis a partir de madeira reaproveitável.Em lojas de artesanato, muitos colares e assessórios de madeira receberam o nome “Iderê”.

Iderê Dudu da Silva é o nome artístico de Thiago Vaz, um artista contemporâneo e escritor. 




.

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Odilo & Odilon

.


Odilo e Odilon são duas formas diferentes do mesmo nome, ambos formas masculinas do nome Odilia. Odilo é a forma alemã enquanto Odilon é a forma francesa. Os nomes Odilo e Odilon derivam do elemento germânico “odal”, que significa “pátria”, ou então de “aud”, que significa “riqueza, fortuna”.

Santa Odila era uma freira do século VIII que considera-se santa padroeira da Alsácia, cujo milagre aparentemente foi ter nascido cega e ganhado a visão quando batizada. A devoção à essa santa difundiu o nome Odilia, Odila, e suas outras formas masculinas e femininas em todo o mundo cristão católico.

Variantes: Audo, Odo, Otto, Udo (alemão), Ottone (inglês), Odilone, Odone (italiano).

No Brasil, o nome Odilo tem apenas 1.606 pessoas, segundo o IBGE (Nomes no Brasil, Censo 2010). A maioria deles encontra-se no Rio Grande do Sul. Enquanto Odilon – surpresa, afinal -  é o nome de 16.694 pessoas, o que faz dele o 514º nome masculino mais usado no Brasil ao longo do período da pesquisa até a data do Censo 2010. Odilon é mais comum em Minas Gerais. Ambas as variantes, Odilo e Odilon tiveram seu ápice de número de nascimentos na década de 50.

Na lista da Arpen/SP de 2016, há apenas 1 registro de Odilio – que é uma das formas possíveis de Odilo – e dois registros de Odilon.

Uma das principais referências brasileiras é o ator, autor e diretor de teatro brasileiro Odilon Wagner.

Outras Referências:

Odilon Barrot, político francês;
Odilo Globocnik, militar austríaco;
Odilon Polleunis, jogador de futebol belga;
Odilon Redon, pintor francês;
Odilo Pedro Scherer, cardeal e arcebispo católico brasileiro. 




.